Pages

Ads 468x60px

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Simão, O Fantasma Trapalhão

O filme homenageado na postagem inaugural é um dos maiores crássicos da Sessão da Tarde e do cinema nacional (acho que não preciso avisar quando for ironia).
Para quem não lembra ou ainda não assistiu, leia abaixo.

Sinopse oficial:

Didi e Dedé são motoristas de um rico empresário que compra um castelo, a fim de terem para si um fantasma particular.
Simão é o fantasma que assombra o local, e persegue Didi, até que Virgínia, neta do milionário, intercede apresentando-o ao fantasma - que está condenado a ficar preso ali, até que alguém encontre um tesouro, oculto na propriedade.
Assim como nos demais filmes, Didi se apaixona por uma das personagens, vivendo uma desilusão amorosa. Neste filme, isto se passa com Estrela.


Qualquer semelhança com o romance de Oscar Wilde, O Fantasma de Canterville, não é mera coincidência. Basicamente, todas as protagonistas foram copiadas da maneira mais porca que foi possível, ao contrário do que seria de se esperar de uma adaptação. Gostaria de saber o que se passava por trás da mente que teve esta idéia iluminada. Deve ter sido algo do tipo "Precisamos mostrar que filmes do Didi também podem ser educativos. Vamos adaptar um livro." e depois "Livros não chamam brasileiros para o cinema, precisamos de artistas no elenco." E assim, fomos agraciados com maravilhosas atuações de artistas que que não produzem arte alguma, como Angélica e o próprio Didi. Todas as atuações estavam fazendo justiça ao roteiro, com destaque para a Ivete Sangalo, que jamais deveria ter deixado de cantar axé.
Didi "adaptou" O Fantasma de Canterville, mastigando e regurgitando, transformando uma obra literária crítica e simbólica em uma piada digna de Louro José, que nada acrescentou às crianças. Oscar Wilde desprezaria profundamente.
Agradeço de coração ao Didi, por cagar a história do livro que marcou a minha infância.

Enfim, criticar este filme é maldade, é como chutar cachorro morto mas como sou ruim, não perdôo. É vergonha alheia garantida do início ao final.

Nota:

0 comentários:

Postar um comentário

 

Carteirinha Vip

Bilheteria